Aron Infra-estrutura Fluorescência Regulamentação Produtos Dicas Perguntas

 

Perguntas Freqüentes

1. O que é Fluorescência?

É o fenômeno no qual a absorção da luz num certo comprimento de ondas pelas moléculas fluorescentes é seguida da emissão de luz num comprimento de onda maior. A distribuição dessas ondas numa determinada intensidade causa a fluorescência e é chamada espectro de excitação fluorescente e a distribuição das ondas emitentes de energia são chamadas de espectro emissor fluorescente.

 
2. Como são fabricados os Pigmentos Fluorescentes?
 

Os Pigmentos Fluorescentes consistem de um Agente Fluorescente "aprisionado" em uma resina orgânica transparente chamada matriz, que pode, então,  ser adicionada a uma variedade de meios, como plásticos, tintas, inclusive aquosas, etc. O efeito final é uma superfície colorida com alto brilho, quando comparada aos pigmentos usuais.

   
3. Quais são as vantagens dos Pigmentos Fluorescentes?
 

Alta visibilidade a longas distâncias.
  Extra brilho
  Especificidade
  Larga gama de concentração.
  Simplicidade e rapidez
  Baixo custo
   
4. Quais são as limitações dos Pigmentos Fluorescentes?
Baixa resistência à luz.
5. Porque os objetos fluorescentes desbotam rápido quando expostos aos efeitos diretos da luz solar?
 

Todas as superficies coloridas desbotam quando expostas à luz solar, este desbotamento é causado pelo comprimento das ondas ultravioletas. A luz ultravioleta quebra o vínculo químico dentro do pigmento em sí e, eventualmente, tornam qualquer superfície colorida branca ou transparente. Diferentes tipos de pigmentos podem resistir a este ataque em vários graus, os pigmentos fluorescentes tem a menor tolerância e, por esta razão, desbotam mais rápido.

   
6.

O que significa Brilho no Escuro e qual a diferença entre pigmentos Fluorescentes e Fotoluminescentes?

 

Pigmentos Fotoluminescentes brilham no escuro, após terem recebido por algum tempo, uma carga de luz, tão logo a fonte de luz tenha sido apagada, e os Fluorescentes apenas brilharão na presença de uma fonte de luz.

   
7. Qual a diferença básica entre corante e pigmento?
 

O objetivo dos dois produtos é conferir cor ao meio em que forem adicionados. Quando o material se dissolve no meio é chamado corante, enquanto que se o material se dispersa no meio é chamado pigmento.

   
8. Porque usamos mais pigmentos fluorescentes quando comparado com a quantidade de pigmentos normais?
 

Os pigmentos Fluorescentes consistem de 95% de partículas organo-resinosas transparentes com 5% de agente fluorescente, enquanto que os pigmentos usuais são formados por 100% de agentes colorantes, por esta razão o poder tintorial é maior e para se obter a cor desejada menores concentrações são necessárias.

   
9. Como se mensurar a qualidade de um pigmento fluorescente?
 

A qualidade dos agentes fluorescentes pode ser mensurada em termos de tamanho das partículas, distribuição, estabilidade térmica, resistência aos solventes, compatibilidade ao extrato, brilho, etc.

   
10. Os pigmentos fluorescentes podem fornecer matizes consistentes?
 

Sim, fornecendo pigmentos fluorescentes com concentração e qualidade constantes e os produtos químicos associados com parâmetros idênticos, podemos alcançar matizes consistentes.

   
11. Qual é o papel do tamanho da partícula na qualidade dos pigmentos?
 

As menores variações no tamanho das partículas dos pigmentos podem afetar a aparência física e a compatibilidade na aplicação pretendida. As menores partículas proporcionarão ótima cobertura quando comparados aos de maior partículas. Geralmente pequenas partículas com menor poder conferem melhores resultados que partículas maiores com maior poder.

   
12. Podemos misturar pigmentos fluorescentes com os pigmentos convencionais?
 

Não, os pigmentos convencionais podem destruir o poder tintorial e o brilhos dos pigmentos fluorescentes. Muitas vezes o resultado final é nenhum brilho.

   
13. Como podemos dispersar pigmentos fluorescentes em água?
 

Como a gravidade específica dos pigmentos fluorescentes é menor que a da água, eles flutuarão na água, porém com agitação consistente e adição de agentes dispersantes pode-se, facilmente, dispersá-los em água.

   
14. Os pigmentos Fluorescentes são radioativos e tóxicos?
 

Não, os pigmentos fluorescentes não contém nenhum elemento tóxico ou que representem riscos. Nossos pigmentos fluorescentes estão em concordância com EN-71, Parte 3, 1988 e aprovados pela Duke University como não tóxicos ou perigosos e são absolutamente não radioativos.

   
15. Como podemos medir a resistência à luz ou o desbotamento das cores?
 

Podemos fazer estas medições comparando-as com a Escala Blue Wool. Os níveis vão de 1 a 8 sendo 1 o nível mais pobre e 8 considerado extraordinário.
Equivalência geral:

  C I Acid Blue 104 - Muito Pobre
  C I Acid Blue 109 - Pobre
  C I Acid Blue 83 - Razoável
  C I Acid Blue 121 - Média
  C I Acid Blue 47 - Bom
  C I Acid Blue 23 - Muito Bom
  C I Sol.Vat Blue 5 - Excelente
  C I Sol.Vat Blue 8 - Extraordinário
   
16. Como reduzir a formação de espuma no processo?
 

A formação de espuma é um problema universal, ela é, geralmente, formada pelo ar retido no processo. A adição de deformadores e vagarosa adição de sólidos no líquido pode minimizar o problema. Pré umedecer os pigmentos líquidos de baixa viscosidade pode também prevenir a formação de espuma.

 
Voltar para Aron Universal Página Inicial